top of page

Elon Musk compra startup Laskie e dá passo para Twitter virar superaplicativo


A empresa de Elon Musk, X Corp. — a holding do Twitter –, adquiriu recentemente a Laskie, uma plataforma de recrutamento especializada na indústria de tecnologia. Esta é a primeira aquisição da rede social sob a liderança de Musk, sendo uma ação que se alinha com o plano de tornar o Twitter em um ‘superaplicativo’.


Esta visão inclui a adição de características multifacetadas à plataforma, variando de serviços financeiros a ferramentas de engajamento, com o objetivo de atrair uma base de usuários mais ampla.


A compra é uma combinação de participação acionária e dinheiro. A notícia da compra da Laskie pelo Twitter saiu inicialmente no Axios e, posteriormente, na Bloomberg.

De acordo com ambos veículos, o negócio retrata a direção estratégica que Musk está seguindo para melhorar a experiência do usuário e funcionalidades do Twitter.


Já no início desta semana, o site da Laskie passou a informar que a plataforma “não estava mais em operações”. O fundador da Laskie, Chris Bakke, é famoso pelos seus tweets bem-humorados, bem como insights sobre a indústria tech, contando com mais de 140 mil seguidores, incluindo Elon Musk.


Além disso, o bilionário está deixando o comando do Twitter e contratou Linda Yaccarino para assumir o cargo de CEO da empresa. O objetivo é melhorar a imagem do Twitter para os anunciantes.


Laskie o superaplicativo do Twitter de Elon Musk


No entanto, o futuro papel da Laskie no Twitter – além da possibilidade de se integrar ao superaplicativo de Elon Musk – permanece um tema de curiosidade.


No mês passado, a empresa, anteriormente conhecida como Twitter Inc., anunciou sua mudança de marca para X Corp.


Essa mudança representa, obviamente, a ambição de Elon Musk de projetar um aplicativo abrangente que oferece uma ampla gama de serviços. Isso inclui desde mensagens de texto até e-commerce e pagamentos.


Com o recente lançamento de DMs criptografadas, o Twitter deu seus primeiros passos em direção a esse objetivo.


Além disso, Musk se comprometeu a adicionar recursos de chamadas de voz e vídeo ao Twitter. A ideia é estabelecer o app como um potencial rival de plataformas populares como iMessage, Facetime, WhatsApp e Facebook Messenger.


Fonte: Giz_br

Comments


bottom of page